Amante

Amante

Amante

Amante quero ser pra toda a vida
sem medo de o dizer abertamente…
Desejo expresso aqui veementemente
por ser a meta minha pretendida!

Eu quero amar com tudo, livremente,
bons livros em que a arte está contida;
amante do saber sem ter medida
pro que liberta e instrui a minha mente!

Amar toda a poesia ao sol se pôr;
a música que o tempo a mim compor,
amar a chuva, a lua tão distante…

Disponho-me a assim ser com gratidão
pois que me queima a alma e o coração
pra que, do que Deus fez, seja eu amante!

Soneto: Amante – Paulo Braga Silveira Junior – Julho/2020

POESIA EM SONETOS

Outros Sonetos

Certo

Poesia, Poema e Soneto

Seduzida (Irani Alves de Genaro)

O céu, que um dia nos cobriu de cores,
Hoje chora por nós como a canção
Que entoa versos para outros amores
Perdidos como nós na solidão…

Mas eu irei contigo aonde tu fores
Para atender a voz do coração,
(Nosso jardim anda esperando as flores)
Por que deixar morrer essa paixão?

E que mal haveria no Universo,
Que deixa nosso amor assim disperso,
Se o nosso amor provém do paraíso?

Sou ave que a voar da flórea rama
Atende ao teu feitiço que me chama
E pousa como um beijo em teu sorriso.

A Cerca (Irani Alves de Genaro)

Pobre cerca de tábuas despencadas,
Eu sei por que tu choras, companheira…
Os anos pesam mais do que as ramadas
Ou galhos da rosada trepadeira!

E sempre que chegavam as floradas,
Teu corpo era engolido e, altaneira,
Tão repleta de flores tu ficavas,
Beijando a rama terna e tão faceira!

Tens hoje a alma triste e já sem sonho.
Dor de saudade é ramo assaz medonho
Que agora se debruça sobre ti!

Não te sintas assim injustiçada,
Nem me ralhes, pois eu não sou culpada;
Repara! – Eu também envelheci!

0 Comentários

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: