Pobres das Flores – Alberto Caieiro – Fernando Pessoa

Pobres das Flores – Alberto Caieiro – Fernando Pessoa

Pobres das Flores – Alberto Caieiro / Fernando Pessoa

Pobres das flores nos canteiros dos jardins regulares.
Parecem ter medo da polícia…
Mas tão boas que florescem do mesmo modo
E têm o mesmo sorriso antigo
Que tiveram para o primeiro olhar do primeiro homem
Que as viu aparecidas e lhes tocou levemente
Para ver se elas falavam…

“O Guardador de Rebanhos”. In Poemas de Alberto Caeiro. Fernando Pessoa.

Lançamento Sonetos D’Alma:

Adquira o Livro 110 Novos Sonetos de Paulo Braga Silveira Junior – na Amazon CLICANDO AQUI!

Alguns Sonetos de Paulo Braga Silveira Junior:

Mar

Garanhão de Sonhos

Felina

Nua

5 Comentários

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: