Tarefa

Tarefa

Tarefa

Me cabe apenas, na tarefa dada,
jogar a rede como o ordenado,
mas do que disso vir por resultado
é obra de Tuas mãos, já confirmada!…

Milagres se farão porque ao Teu lado,
seguindo a quem Tu és pela jornada,
o aprendizado é bênção preparada
pra dar ajuda a alguém necessitado.

Verei a cura dada a quem de cama;
a fé fortalecida em viva chama
trazer libertação ao oprimido…

A graça é Tua e Teu todo o poder;
me cabe o testemunho oferecer
contando o Teu amor a quem perdido!

Soneto: Tarefa – Paulo Braga Silveira Junior – Maio/2020

Outros Sonetos e Poemas

Uma árvore

Selvagem

Tempestade

Antes de nós

Vida

Morrendo

Poesia em Sonetos

Poesia, Poema e Soneto

CASINHA DE BONECA (José Antonio Jacob)

Um dia ela guardou os seus segredos,
Pois que sentiu que o amor ao longe vinha,
Trancou no quarto todos seus brinquedos
E o sonho da boneca e da casinha.

E foi buscar aquilo que não tinha
No alegre faz de conta dos seus dedos,
Contou tristezas e chorou sozinha,
Depois sorriu das mágoas e dos medos.

Passou o tempo e ela seguiu a sina,
Assim, com a decência que ilumina,
Também andou por aonde o mal caminha…

Quanta ternura tem essa velhinha,
Que fica no seu quarto de menina,
Brincando de boneca e de casinha!

ROSEIRAS DOLOROSAS (José Antonio Jacob)

Estou sozinho em meu jardim sem cores
Mesmo que eu tenha mágoas bem guardadas,
Cuido dessas roseiras desmaiadas
Que em meu canteiro nunca abriram flores.

Feito tímidas almas delicadas,
Que se emudecem sobre seus temores,
Abortam seus rebentos nas ramadas,
Enquanto vão morrendo em suas dores.

Quantas almas, que por serem assim,
Como essas tristes plantas no jardim,
Calam-se a olhar o nada, tão descrentes…

Feito as minhas roseiras dolorosas,
Que só olham para a vida, indiferentes,
E não me dão espinhos e nem rosas.

100 Novos Sonetos

4 Comentários

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: